Pão de banana com nozes pecan e cobertura de queijo creme

Eu adoro banana. E adoro cozinhar doces. Posto isto, não sei como raio se deu o muito improvável facto de nunca ter feito banana bread, o muito americano (e afamado) bolo de banana em forma de pão. O pão de banana — vou chamar os bois pelos nomes — pode fazer-se de variadíssimas maneiras: umas mais tradicionais, outras mais inventivas. A Sally, do fantástico Sally’s Baking Addiction, que já tanto referi neste blog, garante que esta receita, “um twist no clássico”, é a melhor formulação de pão de banana que já cozinhou — ainda por cima (pensei eu, enquanto passava os olhos pelos ingredientes e me babava) leva uma cobertura de queijo creme, algo de que gosto muito, e que me pareceu que contrastaria bem com o doce do pão. Além disso, tinha metade de uma embalagem de queijo Philadelphia para gastar, e o Sandro vinha no fim-de-semana. De que mais razões precisava?

Aviso-vos desde já de uma coisa: este bolo é gordo. É mesmo, mesmo uma gordice — as calorias, como poderão ver abaixo, não são convidativas para dietas. Portanto, se o forem fazer, consumam em moderação, ou então deitem o risco cardiovascular e a aparência para debaixo da cama e cometam, pontualmente, uma grande asneira (dica: partilhado sabe melhor, e engorda menos).

Vá, estou a exagerar um pouco. Os bolos tradicionais, aqueles cujas receitas herdámos das nossas mães e avós, não ficam longe deste em aporte calórico: na verdade, alguns até o ultrapassam. Ainda assim, e excepcionalmente neste blog, não posso, de todo, considerar esta uma receita saudável: não é, e não se esforça por isso. Eu até fiz algumas alterações ao original da Sally: nomeadamente, usei margarina em vez de manteiga, cortei as nozes na massa para menos de metade e introduzi uma pequena quantidade de chocolate em pedaços, e usei muito menos de todos os ingredientes indicados para fazer a cobertura — só não reduzi o açúcar do bolo, embora, após o provar, pense que viveria bem com 100g em vez de 150g (conselho para a minha próxima vez, mas vocês até o podem seguir já!) —, e mesmo assim não se salvou. Mas querem a maior verdade? É i-n-c-r-í-v-e-l. É mesmo dos melhores bolos que já comi: e a cobertura é absolutamente fantástica. Este, em particular, desapareceu tão rápido que eu quase não o vi. E vou deixar de o tentar vender, porque se a imagem abaixo não vos convence por si só, não sei o que convenceria.

FICHA TÉCNICA

  • Tempo: 30 min (preparação) + 1-1,5 horas (forno).
  • Dificuldade: Baixa.
  • Porções: 12 doses.
  • Calorias (total): 2900 kcal (sem cobertura); 3500 kcal (com cobertura).
  • Calorias (1 dose): 242 kcal (sem cobertura); 292 kcal (com cobertura).

Ler o resto da receita >

Anúncios

Muffins integrais de queijo creme com framboesas e pepitas de chocolate

Não é novidade para ninguém que, se o Auto-Denominado Estado Islâmico declarasse guerra a todos os blogs de culinária do mundo e eu tivesse um desejo para gastar, o Ambitious Kitchen é o que salvaria. Com isso dito, e tendo em conta que ultimamente cozinho tão pouco, sempre que me apetece alguma coisa doce caseira, é mesmo lá que vou para me inspirar. Este fim-de-semana, para comemorar a compra do meu lindinho novo logo no dia de lançamento (<3), e também porque tinha formas igualmente novas e igualmente lindas para usar, e também porque ando para usar frutos vermelhos em receitas há imenso tempo, e também porque simplesmente gosto de gordices, fiquei presa nesta receita.

Tendo em conta o último ponto, não escolhi bem. Estes muffins, diferentes dos da Monique apenas pela substituição do leite de amêndoa por leite normal, conseguem não ultrapassar as 98 calorias por unidade (!!!) — completamente absurdo, eu sei. A verdade, no entanto, é que, se gostarem de coisas muito doces, não aconselho esta receita tal como a vêem abaixo: sugiro que coloquem mais açúcar, ou escolham frutos vermelhos e/ou tipos de chocolate comprovadamente docinhos (morangos, chocolate branco; o mundo é a vossa ostra). É que o resultado final, aqui, é ligeiramente ácido, e definitivamente pouco doce — eu adorei assim, mas, assumindo e aceitando a diversidade do paladar humano, fica o aviso. Bom, com ou sem ajustes, é definitivamente algo a experimentar: e olhem só estas cores lindas de Primavera! Quem consegue resistir? Uma coisa é certa: no meu grupo de amigos, ninguém!

FICHA TÉCNICA

  • Tempo: 25 min (preparação) + 15 min (forno).
  • Dificuldade: Média-baixa.
  • Porções: 12 muffins.
  • Calorias (total): 1170 kcal.
  • Calorias (1 muffin): 98 kcal.

Ler o resto da receita >