Batata-doce assada com bolonhesa de aves

Depois do livro da Joana — e como eu já calculava que aconteceria, ou não me conhecesse muito bem como uma pessoa de obsessões —, a vontade de possuir mais manuais de culinária só cresceu. Para mim, e embora não seja, de todo, fundamentalista nesse sentido, a saúde, na cozinha, é uma prioridade: e, por isso, não foi com dificuldade que, após uma pesquisa rápida dos livros de receitas mais bem cotados da actualidade, me deparei com As Receitas da Mafalda, da também portuguesa Mafalda Pinto Leite. Receitas “simples, saudáveis e deliciosas”, promete a capa: precisamente as três coisas que mais valorizo ao cozinhar (ainda que não necessariamente por essa ordem). O que poderia correr mal, certo?

Bom, depois de uma vista rápida por todas as páginas, pareceu-me que algumas coisas poderiam correr mal… e outras, de facto, muito bem: mas não me estenderei sobre esse assunto, já que tenciono tecer uma crítica ao livro. De qualquer maneira, como começava a sentir que este blog tem uma proporção demasiado alta de receitas de doces, e na tentativa de me enganar a mim própria dado que precisava de ideias para hoje (sendo a sexta-feira o único dia em que, aqui em casa, faço um jantar mais “sólido”), decidi-me a experimentar uma das receitas do livro que mais me atraiu: “batata-doce assada recheada com bolognese de frango”.

Como não poderia deixar de ser, fiz algumas alterações: mas, neste caso, foram mínimas. E, meus amigos, que delícia que este jantar foi! Soube tão bem, mas tão bem, que quis vir logo partilhar o segredo — e, sabor fantástico à parte, é de notar que, não sendo esta uma receita especialmente pouco calórica, se trata, ainda assim, de um arranjo alimentar muito completo e saudável. Simples de preparar, também. Desvantagens? Francamente, não encontro nenhuma!

FICHA TÉCNICA

  • Tempo: 1 hora.
  • Dificuldade: Baixa.
  • Porções: 4 doses.
  • Calorias (total): 2270 kcal.
  • Calorias (1 dose): 568 kcal.

Ler o resto da receita >