Brownies saudáveis de feijão preto e chocolate

Este sábado foi o casamento da minha querida Sónia, uma amiga que conheci durante o chamado “internato do ano comum”. Também foi o casamento do Tiago, mas, sociedade machista!: os casamentos são sempre muito mais das mulheres, não é? Tsk, tsk. De qualquer maneira, claro que eu e o Sandro fomos, e nos divertimos milhões. Aqui vão alguns registos do período sensato pré-abuso-do-bar-aberto:

Fotografias de telemóvel têm sempre a melhor qualidade.

Por mais divertida que a festa tenha sido — e foi mesmo: todas as doze horas seguidas dela! —, e boa para reatar contactos entretanto interrompidos pelo ritmo da vida, tenho de confessar que senti saudades da minha própria comida. A verdade é que, em termos gastronómicos, a quinta em causa não é um lugar onde eu própria gostasse de casar; à excepção do buffet de sobremesas, que era bastante decente mas que já quase não soube a nada, porque álcool, álcool, álcool, os sabores do dia e da noite não estiveram, de todo, à altura da awesomeness dos meus amigos, e por várias vezes me fizeram sonhar com as batatas-doces que tinha em casa. Por causa disso, quando, no dia seguinte, acordámos com uma ressaca surpreendentemente ligeira (percebem porque insisto na qualidade do álcool?), decidi que iria, definitivamente, experimentar esta receita alegadamente famosíssima do blog Chocolate Covered Katie: cujo livro, já agora, também está encomendado. E que fantástica, fantástica decisão essa foi. Obrigada, Luísa, por seres tão genial.

Brownies, na minha opinião, são um tipo divino de bolo. A textura suculenta e os sabores ricos que os caracterizam fazem as delícias de qualquer guloso, e confesso que lhes sou muito parcial. E estes brownies, meus amigos, são, definitivamente, uma das melhores receitas doces que já fiz. Na vida. (O Sandro concorda.) Tudo acerca deles é inacreditável: os ingredientes que levam (ou que não levam: afinal de contas, são zero açúcares refinados, zero gorduras “más”, zero farinha!), a facilidade de os fazer, o tempo que se aguentam absurdamente deliciosos. Bom, esta última parte é um pouco inventada, dado que eu e o Sandro terminámos o tabuleiro em menos de 24 horas. É verdade, no entanto, que hoje comi dois depois de umas horas no frigorífico, e, simplesmente, não consigo decidir se são melhores quentes ou frios. Com estes brownies, todas as opções são difíceis.

A opção, por exemplo, de parar de os fazer. É que, apesar da textura e sabor pecaminosos, estas coisas têm apenas 132 calorias por unidade. Cheira-me (no pun intended) que esta vai ser uma das receitas mais feitas nesta casa. Que poderei, até, ser processada pelo forno por abuso. Não sei. Desconfio. É só um palpite.

FICHA TÉCNICA

  • Tempo: 20 min (preparação) + 18 min (forno).
  • Dificuldade: Baixa.
  • Porções: 12 brownies.
  • Calorias (total): 1590 kcal.
  • Calorias (1 brownie): 132 kcal.

INGREDIENTES

  • 1 lata pequena de feijão preto cozido;
  • 10g de cacau magro em pó;
  • 35g de flocos de aveia fina;
  • 130g de mel;
  • 50mL de azeite;
  • 1 colher de chá de essência de baunilha;
  • 1/2 colher de chá de fermento em pó;
  • 1/4 colher de chá de sal fino;
  • 100g de pepitas de chocolate negro.

PREPARAÇÃO

  1. Forrar um tabuleiro de ir ao forno com papel vegetal. Pré-aquecer o forno a 175°.
  2. Lavar e escorrer muito bem o feijão, até não sobrar qualquer líquido de conserva.
  3. Colocar todos os ingredientes menos as pepitas de chocolate numa liquidificadora e deixar bater muito bem durante pelo menos 5 min (convém parar, retirar a massa dos lados e remisturar com uma colher de pau umas duas ou três vezes), até ficar uma mistura cremosa e completamente homogénea.
  4. Verter a mistura para um recipiente e envolver as pepitas de chocolate.
  5. Espalhar a mistura no tabuleiro, de modo a obter a altura desejada, e levar ao forno durante 18 min. Deixar arrefecer 10 min antes de cortar em pedaços e servir.

E perguntam vocês, pessoas de pouca fé: mas isto de fazer brownies com feijão resulta mesmo? Sugestão: experimentem fazer e pedir a várias cobaias que acertem no ingrediente principal. Dica: no meu caso, ninguém conseguiu.

Feliz pecado saudável, meus amigos!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s