Salada quente de bacalhau e grão de bico

Infelizmente, e apesar de todas as minhas ameaças nesse sentido, uma alimentação apenas à base de iogurtes, gelados, chocolate, manteiga de amendoim e todas-as-coisas-aveia não é uma possibilidade a que a minha faceta médica e o meu instinto de auto-preservação me autorizem: e um dos problemas de se ser quase vegetariana (em gostos, se não em princípios) é que, quando procuramos uma refeição rápida e nutritiva, o típico “meh, um bife e está feito” está praticamente fora de questão. Além disso, e apesar de não desgostar de saladas leves, confesso que, enquanto prato principal, raramente me satisfazem, pelo que, a querer preparar qualquer coisa simples que dê para levar como almoço para o trabalho durante um ou dois dias, as opções não são assim tantas, nem sempre tão boas.

Foi no contexto de um destes dilemas que me cruzei com a receita de salada de bacalhau e feijão frade da Duxa, do fórum Sabor Intenso: tinha algum bacalhau desfiado em casa a pedir para ser usado, e, de todas as ideias que encontrei nesse sentido, esta foi a que mais me seduziu. No entanto, e apesar de, na minha família, todos adorarmos feijão frade, pareceu-me que o bacalhau, em particular, ficaria muito melhor com grão de bico: e, assim, fiz algumas alterações à receita.

Tenho a dizer que o resultado me surpreendeu muitíssimo. Algo que fiz apenas como desenrasque acabou por se revelar um dos melhores pratos do género que já provei, passível de ser servido quente ou frio (pessoalmente, preferi frio), e com um sabor delicioso — que se mantém inalterado durante, pelo menos, os três dias que a quantidade que fiz durou para mim. Além disso, e como eu sempre tento: é super saudável! Se não, vejam abaixo: uma dose tem menos de 300 calorias. Magia?

FICHA TÉCNICA

  • Tempo: 1-2 horas (demolha) + 30 min (preparação).
  • Dificuldade: Baixa.
  • Porções: 3 doses.
  • Calorias (total): 840 kcal.
  • Calorias (1 dose): 280 kcal.

INGREDIENTES

  • 200g de bacalhau desfiado;
  • 1 lata pequena de grão de bico cozido;
  • 1 cebola média;
  • 5 dentes de alho;
  • 1 pimento vermelho;
  • 1 ovo médio;
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • Azeitonas a gosto q.b.;
  • Sal q.b.;
  • Pimenta q.b;
  • Salsa em ramo q.b.

PREPARAÇÃO

  1. Demolhar o bacalhau em água fria durante 1-2 horas, mudando a água pelo menos duas vezes.
  2. Numa panela, colocar água a ferver e cozer o bacalhau juntamente com o ovo. Ao fim de 5 min, retirar o bacalhau, escorrer, livrar de peles e espinhas, separar em lascas e reservar. Quando o ovo estiver cozido, descascar e reservar também.
  3. Num wok, frigideira grande ou similar, colocar uma colher de sopa de azeite e fazer refogado com a cebola, os dentes de alho e o pimento picados. Quando alourar, acrescentar as lascas de bacalhau e as azeitonas e envolver bem. Por fim, juntar o grão cozido e deixar ao lume durante 5 min, tendo o cuidado de não deixar queimar.
  4. Ainda com o lume ligado, temperar com um pouco de sal (cuidado: se não tiver demolhado bem o bacalhau, corre o risco de overdose) e pimenta, regar com uma colher de sopa de azeite e envolver uma última vez. Por fim, retirar do lume e polvilhar com o ovo cortado a gosto e a salsa picada. Pode ser servido ainda quente ou frio.

E aí tem: um prato comedido em gordura, nutritivo, e com todo o sabor da cozinha tradicional portuguesa. Eu, certamente, repetirei muitas vezes. Multiplique os ingredientes e delicie a sua família e amigos, sem culpa!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s